8 de out de 2017

Resenha - Do seu lado - Fernanda Saads + playlist do livro

http://amzn.to/2xsspn7

Este é o tipo de livro que eu classifico como aquele que serve para ler em qualquer lugar, pois é uma leitura leve que não exige muita concentração do leitor.

O próprio título já dá um spoiler do que acontecerá na história. Sarah e Igor são melhores amigos desde a faculdade e trabalham juntos num escritório de arquitetura. Ele é apaixonado por ela, mas ela só vai descobrir que também o ama quando Igor decide seguir em frente já que não é correspondido. Até que o final feliz aconteça eles passarão por várias situações.  Há várias cenas clichês, mas como eu disse no início, é um livro gostosinho de ler.

O que eu mais gostei foi da playlist citada ao longo da história. Abaixo coloco as músicas ou bandas citadas.

I Love You For Sentimental Reasons - Nat King Cole


All Star - Nando Reis


Spending My Time Roxette


With or Without You - U2


Oasis e Coldplay ela não cita uma música específica, somente as bandas.

Você pode comprar Do Seu Lado. O Grande Amor de Sua Vida Pode Estar Mais Perto do que Você Imagina na Amazon.

6 de out de 2017

Clipes favoritos que eu curto

É assim. Enquanto estou lendo alguns livros, vou enrolando aqui com uns clipes musicais que gosto muito e quero compartilhar com vocês. Alguns destes clipes já tem bastante tempo, mas tem um ritmo que sempre faz a gente balançar.

1- Take On Me - A-HA



2- I Don't Feel Like Dancin' - Scissor Sisters




3 - White Lite - George Michael




4- Smiles Faces - Gnarls Barkley




5 -Billie Jean - Michael Jackson


5 de out de 2017

Resenha - Quando a noite cai - Carina Rissi

http://amzn.to/2ypI5fU


Briana é uma jovem desastrada e sonhadora. Sonhadora no sentido literal da palavra, pois todas as noites ela sonha com a Irlanda de 400 anos atrás com seus castelos, princesa e um guerreiro de tirar o fôlego.

Por causa dos desastres que provoca por onde passa, ela não consegue se manter em nenhum emprego, até conhecer Gael, seu futuro chefe que para sua surpresa é idêntico ao guerreiro irlandês de seus sonhos.

A partir de então, Briana vai tentar descobrir o que Gael e o irlandês de seus sonhos tem em comum.

A autora nos brinda com uma história 2 em 1, pois ela intercala a história principal do livro com a história dos sonhos de Briana e nos deixa ansiosos para descobrir o desfecho delas a cada virada de página. 

Para quem gosta de romances de fantasia, este livro é uma boa pedida. Minha única crítica é que eu acho que houve um pouco de exagero nas partes de "desastrices" de Briana, mas nada que atrapalhasse o enredo em si.

Mais um livro de Carina Rissi para começar a ler e não querer parar.

Você pode comprar pela Amazon ou Livraria Cultura.

4 de out de 2017

Resenha: Deuses Americanos - Neil Gaiman

http://amzn.to/2g7x2xc

Eu não leio livro de fantasia com muita frequência, mas é o tipo de literatura que me agrada. No caso de Deuses Americanos, a leitura foi prazerosa.

Neil Gaiman consegue nesse romance adaptar conceitos mitológicos, herméticos e ocultos em uma narrativa moderna e urbana. Achei que mais do que a estória em si, a maneira como o autor tece os elementos da narrativa, revivendo deuses e adaptando práticas e idéias herméticas antigas em uma liguagem cotidiana foi o que mais me atraiu.

Este tipo de talento se faz muito necessário, pois está evidente que a espiritualidade ocidental, ainda não se adequou aos novos tempos. Apesar de suspeitar que Neil Gaiman não tem a intenção direta de fazer qualquer tipo de de atualização neste assunto. Mas no final das contas ele e outros artistas do mesmo segmento, acabam ajudando com a arte atender as necessidades metafísicas que desde os primórdios e ainda hoje todos nós sempre precisamos. Ouso a dizer que alguns artistas se antecipam aos cientistas, cabendo a estes últimos confirmar as idéias dos primeiros de acordo com as metodologias e experimentações que lhe são próprias.

A ficção permite que nos esgueiremos para dentro dessas cabeças, desses outros lugares, e olhemos por outros olhos. 
- Deuses Americanos

O protagonista da estória, Shadow, e sua contra parte, Wednasday, podem representar todos aqueles que começaram sua busca por uma transcedência e maturação do próprio ser. E o legal é que você acompanha a trajetória de Shadow, um cara de carne e osso em momentos de força e fraqueza, raiva e amor, determinação e confusão, trilhando um caminho de descoberta sobre si mesmo e sua função em toda estória. E isto em situações e cenários que poderiam ser com qualquer um de nós.

Eu aprecio muito estas narrativas, onde os personagens não seguem aquele modelo clássico e bem limitado do mocinho e vilão. Neil Gaiman aponta a dualidade volátil de coisas boas e ruins que existe em todos nós, encarnando os deuses com suas habilidades extraordinárias e com suas virtudes e vícios. Isso é bom, pois traz ao leitor aquele prazer da surpresa e imprevisibilidade em uma boa estória.

Que caminho você deseja seguir: o das verdades difíceis ou o das belas mentiras?
- Deuses Americanos

Um livro muito bom. Eu comprei a versão ebook na Amazon. Valeu a pena. Para o leitor curioso, o livro pode conduzir a outras leituras pesquisando sobre os nomes dos personagens, lugares e contos que formam o romance.

Eu também assisti o primeiro episódio do seriado que tem o mesmo nome do livro, mas não gostei muito. O velho  ditado, né. "O livro é melhor do que o filme". Mas achei excelente aquela conversa do Wednesday com o Shadow no avião em turbulência. Faz a gente pensar.

9 de set de 2017

Automação em um dos Armazéns da Amazon


Este vídeo mostra um dos armazéns da Amazon que tem o auxílio de robôs que otimizam e agilizam a entrega de encomendas aos clientes.

O video faz parecer toda a engrenagem de estoque, gerenciamento e integração entre setores uma coisa tranquila e certa. 

Quando um dos robôs leva um dos armários para a garota, imaginei que talvez chegue o dia em que um deles assobie para o mesmo tipo de garota e pergunte como está o trabalho, fofoque sobre o trabalho de outro robô ou até mesmo pergunte o que ela vai fazer no final do dia. Neste dia, eles não serão mais robôs e o que vai importar é como  nós vamos nos relacionar.. ;)